Um dos líderes espirituais mais respeitados da Índia Sri Sri Ravi Shankar chega a Brasília para encontro com Michel Temer

Confira!

O Na mira da notícia traz pra você as últimas notícias do dia.

Sri Sri Ravi Shankar chegou a Brasília na madrugada desta quarta-feira (14/12). Por aqui, Shankar vai se reunir com políticos, incluindo o presidente da República, Michel Temer, além do presidente da Câmara, Rodrigo Maia; o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho; e o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

A chegada do líder espiritual foi festejada pelas pessoas que simpatizam ou seguem a sua religião. No aeroporto, uma banda tocou músicas recepcionando não só ele, mas a todos que desembarcavam da área internacional. Sri Sri Ravi Shankar recebeu rosas brancas das pessoas que estavam no local. “Bonito”, exclamou Shankar no saguão.

Depois de Brasília, o líder espiritual vai para Recife (PE), Salvador (BA) e Rio de Janeiro, onde fará encontros públicos com pessoas que seguem ou estão interessadas na filosofia de vida dele.

História
Nascido em 1956 no sul da Índia, Sri Sri Ravi Shankar foi uma criança prodígio. Aos 4 anos de idade, era capaz de recitar partes do Bhagavad Gita, a antiga escritura em sânscrito, e era frequentemente encontrado em meditação. Seu primeiro professor foi Sudhakar Chaturvedi, que por um longo tempo colaborou com Mahatma Gandhi. Aos 17 anos, em 1973, graduou-se em Literatura Védica e em Física.

Sri Sri fundou A Arte de Viver como uma organização internacional, educacional e humanitária, sem fins lucrativos. Os programas educacionais e de auto-desenvolvimento oferecem ferramentas para eliminar o estresse e promover a sensação de bem-estar.

Em 1997, ele cofundou a Associação Internacional de Valores Humanos (IAHV) para coordenar projetos de desenvolvimento sustentável, ajudar a resgatar e fortalecer os valores humanos e coordenar a resolução de conflitos em associação com a Arte de Viver. Na Índia, África e América do Sul, os voluntários das duas organizações parceiras estão liderando o crescimento sustentável em comunidades rurais, já tendo estendido seu trabalho a mais de 36 mil aldeias.

 

(Via agência de notícia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *