Serão as rugas fruto da genética ou dos hábitos?

Um grupo de investigadores brasileiros analisou a pele e estudou os hábitos de vários voluntários na tentativa de encontrar a resposta.

Estudo revela os principais ‘culpados’ das rugas.

Os fatores ambientais e os comportamentos podem ter tanta influência na saúde e aparência da pele como a genética, conclui estudo realizado em parceria com a Universidade de São Paulo e Natura.

De acordo com este estudo, realizado com 1400 voluntários, a hidratação da pele é influenciada em 60% pelas características genéticas e em 40% por fatores externos.

No que toca à elasticidade da pele, é influenciada em 40% pela genética e 60% por fatores externos, como os hábitos, o ambiente e outras características.

As influências genéticas são responsáveis por apenas 20% da oleosidade da pele. Os 80% restantes são determinados por hábitos, pelo ambiente e por outras características biológicas.

O mesmo estudo revela que as características dermatológicas que fazem a pele da mulher parecer mais velha são: pouca hidratação, menor elasticidade e mais rugas junto aos olhos – os famosos ‘pés de galinha’.

Os investigadores conseguiram ainda identificar os principais ‘inimigos’ e ‘amigos’ da sua e aparência da pele.

Os principais ‘inimigos’ da pele são o excesso de peso, a exposição solar, o tabagismo, a idade. E os principais aliados são, como se poderia esperar, o protetor solar, a cor da pele, a hidratação e alimentação saudável.

(Via agência de notícia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *