(QUEBRA PAU) Reação inacreditável: Ratinho ‘desmascarou’ Valdemiro e saio no tapa com o pastor !

No domingo, 8, o apóstolo Valdemiro Santiago foi alvo de um ataque, em meio a um culto religioso, no Brás, São Paulo. Com uma história polêmica, que envolve até uma prisão, no ano de 2003, por porte ilegal de arma, o líder da Igreja Mundial do Reino de Deus diz que se safou de facadas dadas em seu pescoço. O homem que o atingiu já foi preso, mas o religioso disse que lutará para tirá-lo da carceragem. As polêmicas de Valdomiro, no entanto, não começaram agora, quando ele afirma que até o pano ensanguentado de sua camisa está sendo usado para sessões de cura.

Ainda no passado, por desentendimentos com o bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, ele decidiu criar sua própria Congregação. No meio desse meio tempo, o pastor apresentador disse que nadou mais de oito horas para fugir de um naufrágio. A situação, teria acontecido na África, quando ele nadou até conseguir um lugar seguro. Uma das situações mais polêmicas, no entanto, foi quando ele se envolve-se com uma briga com o apresentador Carlos Massa, o popular Ratinho. Na televisão, o comunicador do SBT comentou um vídeo da Igreja Mundial, no qual um pastor dizia que a reza tinha ajudado muitos fiéis a pagarem suas dívidas.

Ratinho chegou a insinuar que o apóstolo seria um estelionatário e o chamou para briga. Valdemiro também comentou a situação e disse que lamentava muito o pensamento do comunicador. Segundo Santiago, ele desafiava qualquer um a achar uma prova que indique que ele realmente pede dinheiro para operar milagres. Anos depois, Rato e o pastor se encontraram em um programa de televisão e decidiram selar a volta da amizade.

Na sua opinião, o apresentador do SBT está certo em ficar revoltado com supostos milagres inusitados que são exibidos na televisão, ou ele não deveria se meter em religião, seguindo o ditado, que diz que ela não deve ser discutida? Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante para todos nós.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *