LOBÃO diz que Lula é psicopata criminoso, que Chico Buarque come capim e Dilma está mais para oligofrênica. Veja no vídeo!

Lobão diz que Dilma precisa trabalhar pra viver.

Há tempos o cantor Lobão que fez 59 anos na terça-feira (11) não soltava a língua em declarações implacáveis contra o PT. O músico não votou, mas fez campanha para João Doria Jr. (PSDB) em São Paulo nas redes sociais.

“Moro em São Paulo há sete anos, mas meu título está no Rio. Sequer pensei em mover meu bumbum para votar lá por falta de opção”, disse o artista em entrevista a Isto È, na língua afiada de Lobão não escapa ninguém e poucos são poupados. Ele só elogia Sérgio Moro.

Não escapam Lula, Dilma Rousseff, Gilberto Gil e até Chico Buarque. “É assustador ver o Chico Buarque declarando ‘vamos fazer uma nova junção da esquerda’. Esse cara come capim.” Perguntado por que diz que Lula é um grande enganador, Lobão afirma que “toda a narrativa de esquerda é mentirosa. Lula é um psicopata, sedutor, simpático, causa empatia citando o livro “Ponerologia”, de Andrzej Lobaczewski, um psiquiatra polonês que mostra como acontece a fabricação do poder, do populismo, tanto nazismo quanto socialismo”.

E prossegue: “E se o Lula é psicopata, a Dilma está mais para oligofrênica. Parece ser uma pessoa com alguma dislexia, não sabe se expressar. Perto dela, o Lula parece um cara inteligente, dentro da sua ignorância crassa. Dilma é opaca, não tem carisma, é furibunda por haver provavelmente entraves cognitivos no cerebelo dela”.

E quando apoiava o partido?

Lobão responde: “Fiz campanha para o PT por 11 anos”. Em 1989, no dia da eleição do Collor, cantei Lula-lá ao vivo no Faustão e ele disse na minha orelha: “A Globo vai sair do ar”. Pedi desculpas ao Faustão por isso.

Sinto-me um otario por nunca ter cobrado um tostão para fazer campanha para o PT.

“No início de 2000 eu fui ao Capão Redondo (SP) com um vereador do PT, o Albertão. E, então, na rádio comunitária onde estávamos, chega uma figura suspeitíssima. Depois, vim, a saber, que era um colombiano das Farc, com uma mala de 50 mil dólares para a campanha desse vereador petista. Eu tinha uma relação com Lula”.

Quando perguntado sobre Sergio Moro, o cantor reflete:

“É engraçado, o PT rouba 100 vezes mais do que o Paulo Maluf e as pessoas ficam com peninha? Moro é um exemplo para a conduta moral de o brasileiro mudar 180 graus o rumo dessa malandragem. Ele deve se tornar um paladino dessa mudança. Aqui pega bem ser malandro e pagar propina para vaga de carro. Para a gente ser um país adulto, temos que começar por ai”. Informações:

Assista aqui:Lobão diz que Dilma precisa trabalhar pra viver.

 

(via agência de notícia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *