(IMPRESSIONANTE) Elimine azia e gastrite para sempre em menos de 1 semana com este eficaz remédio

Confira!

Na mira da Notícia trazendo informações pra você.

Poderíamos definir o estômago como o órgão localizado entre o esôfago e o intestino delgado, para onde vão os alimentos que comemos e que é responsável pela digestão desses alimentos.

Essa é uma definição bem formal, porque se perguntarmos à maioria das pessoas sobre o estômago, elas o associarão imediatamente à digestão e à fome, mas também à dor e à azia.

De fato, o estômago pode ser afetado em muitas ocasiões por doenças.

E uma das doenças mais comuns nesse órgão é a gastrite, que é a inflamação da mucosa do estômago e, se não tratada, pode causar até sangramento.

As causas da gastrite podem ser várias, mas principalmente estão relacionadas com os maus hábitos alimentares, o estresse, o abuso  de alguns medicamentos, o consumo de álcool e cigarro.

Se tiver com sintomas de gastrite, consulte seu médico para confirmar.

Na medicina natural, existem diversos tratamentos eficazes para a gastrite, muito melhores que o remédio comercial mais usado, o Omeprazol.

Neste artigo, você vai aprender cinco desses tratamentos, que para muitos são os melhores medicamentos caseiros para a doença.

Temos certeza de que, se o seu problema for gastrite, pelo menos um deles vai curar você definitivamente.

Aqui estão:

1. Água de arroz

Coloque no fogo 1 litro de água.

Quando ferver, adicione 150 gramas de arroz.

Deixe que cozinhe normalmente.

Depois que cozinhar, coe o líquido (não deixe a água secar).

Vá bebendo a água durante o dia, sempre na temperatura ambiente.

2. Chá de maçã e camomila

Descasque uma maçã fresca e corte-a em fatias.

Coloque no fogo, junto com 500mL de água.

Quando começar a ferver, adicione 1 colher (sopa) de camomila seca.

Espere mais alguns minutos, desligue o fogo e deixe repousar até que fique morno.

Coe e coloque em um ricipiente de vidro.

Tome diariamente todas as manhãs, na temperatura ambiente.

3. Chá de espinheira-santa

Ferva 3 xícara (chá) de água e despeje-a sobre 3 colheres (sobremesa) de folhas secas de espinheira-santa.

Abafe a mistura e deixe descansar por alguns minutos.

Depois que amornar, coe o chá e tome em seguida.

Tome uma xícara, meia hora antes das refeições principais, para proteger o aparelho digestivo e evitar a acidez estomacal.

 

4. Suco de batata-inglesa

Descasque 1 batata-inglesa, rale e depois esprema até sair o leite.

Tome  1 colher (sopa) em jejum ou 30 minutos antes das refeições.

Este suco também pode ser consumido quando a pessoa sentir os incômodos da gastrite, pois alivia imediatamente os sintomas.

Tempo de tratamento

Para azia: tomar durante uma semana.

Para gastrite: tomar durante duas semanas.

Para úlcera: tomar durante um mês.

5. Polvilho de batata-doce

Você vai precisar de 1 batata-doce e de 600 mL de água filtrada

Descasque e corte a batata-doce, colocando em uma bacia com um pouco de água para que não escureça.

Leve para bater no liquidificador com 600mL de água.

Liquidifique muito bem.

Coe utilizando um pano de algodão.

Com as mãos limpas, pressione muito bem o pano usado para coar (o líquido deve sair todinho e cair em uma vasilha).

Deixe o líquido descansar por duas horas.

Agora você vai ter o líquido e no fundo da vasilha um conteúdo sólido, que é o polvilho da batata-doce.

Jogue o líquido fora, para que fique apenas o polvilho, que está no fundo da vasilha.

Se no dia do preparo estiver fazendo um sol firme, coloque o polvilho que ficou no fundo para secar ao sol.

Se não, coloque em um armário para fazer a secagem.

Se a escolha for a segunda opção, vai demorar mais para secar.

Quando ficar bem seco, desmanche/misture todo o polvilho e coloque para ser armazenado em um vidro limpo e seco com tampa.

Como se toma?

É fácil.

Depois que estiver seco, dissolva uma colher (chá) do polvilho de batata-doce em 200mL de água.

Mexa bem.

Tome um copo em jejum, um antes do almoço e outro antes do jantar.

Em pouco tempo, você estará curado(a).

Esse remédio é, como dissemos, excelente para problemas estomacais, como azia, gastrite e úlcera.

E cura rapidamente.

CUIDADOS

Grávidas não devem tomar o chá de espinheira-santa, pois ele provoca contrações no útero, o que pode levar ao aborto.

(Via agência de notícia)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *