Ex-ministro da Justiça petista diz que Moro é criminoso

Confira!

O Na mira da notícia traz pra você as últimas notícias do dia.

Um grupo de juristas petistas protestou contra o convite da Universidade de Heildeberg, na Alemanha, a Sérgio Moro, o ex-ministro da Justiça. Entre esses petistas que aparecem na mídia como “um grupo de juristas” – na técnica de propaganda chamada advocacy – estava Eugênio Aragão, ex-ministro da Justiça dos tempos de Dilma e famoso por ter usado seu breve período no cargo para intimidar investigadores da Lava Jato.

Ele enviou uma carta à universidade alemã dizendo que Moro era um criminoso.

A mensagem foi enviada ao professor alemão Markus Pohlmann e diz ainda que “Moro é um criminoso, também sob a perspectiva alemã. Ele se tornou punível quando violou sigilo funcional, para não falar em prevaricação”.

No evento, Sérgio Moro foi aplaudidíssimo, mas um grupo de milicianos pró-PT xingou o juiz.

(Via agência de notícia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *