Com a campanha do governo federal” Gente boa também mata”a associação entre protetores de animais e mortes no trânsito não foi aceita pelos internautas

Confira!

Na Mira da notícia com as últimas notícias do dia.

Uma campanha criada pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil para prevenir acidentes de trânsito envolvendo o celular por motoristas, divulgada nesta segunda-feira, dia 2 de janeiro, está causando polêmica. Intitulada Gente Boa Também Mata, a propaganda está sendo veiculada e forma de vídeos e de imagens expostas em outdoors e nos pontos de ônibus.

O problema é que o texto que acompanha os cartazes vem causando controvérsia. Um deles diz, em destaque, que “quem resgata animais na rua pode matar”. Supostamente a ideia da campanha do governo é conscientizar as pessoas, mostrando que até aqueles que fazem boas ações podem causar acidentes fatais no trânsito, se utilizarem o celular ao volante. Mas, ao que tudo indica, a mensagem não ficou clara e está revoltando usuários do Facebook, sobretudo os defensores dos animais.

A página do Instituto Luisa Mell – da apresentadora de TV e ativista pelos direitos dos animais –, fez um post na rede social de Mark Zuckerberg reconhecendo a importância da campanha, porém, criticando a forma como a mensagem foi passada. “Nosso e-mail foi invadido hoje por centenas de mensagens, criticando uma campanha do governo federal, especificamente esse cartaz que está sendo espalhado em todas as capitais do Brasil. Entendemos a mensagem, mas acreditamos que a agência responsável foi absurdamente infeliz na forma como escreveu”, diz o texto publicado na página do instituto no Facebook.

Nos comentários da página do Instituto Luisa Mell na rede social, vários usuários também expressaram insatisfação com a campanha do governo federal. “Existem várias formas de mostrar o perigo de uso de celular e da falta de atenção no trânsito, e escolheram a pior”, diz a internauta Jackeline Gomes. “Acho que a pessoa que criou essa propaganda foi infeliz. Passou uma imagem negativa sobre quem resgata animais”, reclama outra usuária, identificada como Kamille Moraes.

A campanha Gente Boa Também Mata foi criada pela agência de publicidade Nova/SB – que possui sedes em São Paulo e Brasília – em parceria com o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. Além de defensores dos animais, as peças publicitárias trazem mensagens com outros exemplos de pessoas que fazem boas ações, como médicos e estudantes.

Repercussão no Congresso

O deputado federal Ricardo Tripoli (PSDB-SP), também se manifestou contra a campanha, usando sua conta oficial no Facebook. Em uma publicação na rede social, o parlamentar informa que solicitou ao governo a retitada da campanha das ruas.

Assista, abaixo, a um vídeo da campanha polêmica:

(Via agência de notícia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *