Após nascimento, bebê fica com cabeça achatada e passa por tratamento médico intensivo após diagnóstico de meningite

Muitas mulheres sonham em ter filhos. Quando recebem a notícia que terão gêmeos então, tudo fica ainda mais emocionante.

Um exemplo é a paquistanesa Laraib Faisal que teve dois meninos. Inclusive, ela era uma dessas mulheres: ansiosas para dar à luz de uma vez por todas.

Então, finalmente eles nasceram e sem qualquer tipo de complicação, fortes e saudáveis. Mas oito dias depois, um deles, Ibtisam, não estava passando muito bem. Um dia, ele simplesmente se afundou nos braços de sua mãe, sua pele ficando azul e sua testa queimando em febre.

bebe-fnasce-perfeito-mais-depois

bebe-nasce-perfeiro-mais-depoia

Desesperados, correram para o hospital para saber o que estava acontecendo com o menino. A notícia não era das melhores: Ibtisam tinha um tipo de meningite que causa excesso de água no cérebro.

Para piorar, fluidos começaram a aparecer em seu órgão e agora tudo o que ele precisava era de um bom tratamento médico, inclusive um desvio em sua cabeça para possibilitar uma drenagem. Depois disso, será necessário apenas reconstituição facial maciça.

Infelizmente, para que tudo aconteça do jeito certo, a família que mora no Paquistão terá que viajar para obter do melhor cuidado médico possível.

bebe-nasce-perfeito

De qualquer forma, Ibtisam teria que esperar um pouco mais já que a bactéria nos fluidos em seu cérebro estavam muito elevada e ele corria muitos riscos de vida. Enquanto seus problemas não eram, de fato, resolvidos, ele foi tratado com antibióticos fortes e tratamentos dolorosos de drenagens cranianas.

Para piorar, com seis meses de vida, quando já havia sido liberado para a cirurgia, o menino desenvolveu craniossinostose. Assim, ele não conseguia fechar os olhos nem se mexer durante à noite.

Hoje, ele já tem 1 ano e 3 meses e continua a receber essas ”injeções”. Um dia, quem sabe, o procedimento finalmente aconteça.

(Via agência de notícia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *