A desgraça de quem não gosta de política é ser governado pela elite, diz Lula

A declaração foi feita a uma plateia de estudantes na UFScar (Universidade Federal de São Carlos), no interior de São Paulo.

Em sua primeira aparição pública após o segundo turno das eleições municipais, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta terça-feira (1º) que a “desgraça de quem não gosta de política é ser governado” pela elite. A declaração foi feita a uma plateia de estudantes na UFScar (Universidade Federal de São Carlos), no interior de São Paulo.

“Cada vez mais, em vez de negar a política, a gente tem que fazer política. Porque a desgraça de quem não gosta de política é que é governado por quem gosta. E quem gosta é sempre a minoria, é sempre a elite”, disse Lula.

O resultado do segundo turno das eleições municipais deste ano consolidaram uma das maiores derrotas do PT desde sua fundação. O partido, que em 2012 havia conquistado 638 prefeituras municipais, neste ano vai comandar apenas 254.

Entre as principais derrotas do partido neste ano está a derrota em São Paulo, onde o prefeito Fernando Haddad (PT) não conseguiu se reeleger e perdeu, ainda no primeiro turno, para o tucano João Doria Júnior.

A crítica de Lula à “não-política” acontece em um momento em que diversas capitais elegeram prefeitos que se apresentaram como “não-políticos”.

Entre eles, estão João Doria e os prefeitos eleitos de Belo Horizonte,Alexandre Kalil (PHS), e de Porto Velho, Dr. Hildon (PSDB).

(Via agência de notícia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *